Inspiração: Usando Imagens para Escrever

sábado, 15 de outubro de 2016

Dizem por aí que uma imagem vale mais do que mil palavras. Mas e quando você quer transformar uma imagem em palavras? 

Inspiração: Usando Imagens para Escrever

Já faz tempo que gosto de guardar imagens que me chamam atenção. É como se tivessem algo a me contar se eu as ficar observando por tempo suficiente  (se estiver escutando música, melhor ainda!). Na verdade, tenho uma boa coleção dessas imagens – inclusive, chegou uma hora que precisei dividi-las em categorias para diminuir minha natural bagunça me organizar.


Poucos anos atrás, olhando minha timeline do facebook, me deparei com uma dessas imagens. Ela simplesmente pulou da tela do computador. E ali, daquela foto, veio a ideia de fundo de uma história. Surgiram personagens, segredos que ficam dançando na minha cabeça. Não é a história que estou escrevendo atualmente, mas guarda uma relação com ela.

E é sobre isso que quero falar hoje, sobre as imagens que inspiram para escrever.


Porque usar imagens
A escritora Nancy Hendrickson participou de um Podcast no site The Creative Penn no episódio The VisualWriter: Using Images To Bring Your Writing Alive ("O Escritor Visual: Usando Imagens para Tornar sua Escrita Viva - em tradução livre)
Dica: há transcrição do podcast no link.

Ela fala que o trabalho de um escritor é pintar uma cena para o leitor, e quanto melhor essa cena for pintada, mais o leitor vai absorver daquela obra. Quando ela olha figuras para escrever, isso empurra seu raciocínio em outra direção, de forma mais profunda.

"[...] eu quero escrever uma cena em que uma tigela de macarrão explode, e eu escrevo 'essa tigela de macarrão explodiu'. Okay, você, o leitor vai apenas ver o macarrão nas paredes, mas e se eu mostrar a você, o escritor, uma figura dessa cozinha explodindo? Isso empurra o seu cérebro em outra direção. 'Ai, meu Deus, como eu vou limpar isso? Como vou tirar as manchas das roupas das crianças? O senhorio da casa vai me fazer pagar milhares de dólares para limpar essa bagunça?' Isso nos faz perguntar coisas que não apareceriam imediatamente na nossa mente." (tradução livre)

Nancy é uma escritora de não ficção, e costumava escrever entrevistas para uma revista de astronomia. Ela diz que usava imagens para ajudá-la a escrever mesmo quando estava descrevendo alguém em uma entrevista. "Você usa essas imagens para conseguir algo que não seja, você sabe, ela é uma mulher de meia idade morena ou, ela está usando um vestido azul. Isso é tão superficial e não engaja o leitor, não o traz para dentro do que você está fazendo." (tradução livre)

Fontes de Imagens
Usar fotos para inspirar as diversas partes de uma história - personagens, trama, cenários - não é nenhum segredo de um grupo seleto de pessoas. Tanto que se você procurar no Pinterest (uma rede social para compartilhamento de fotos, que lembra um quadro de cortiça em que você vai alfinetando coisas interessantes) vai se perder no número de categorias relacionadas a escrita.

Faça o teste. Procure por "Personagem". Você vai perceber que surgem categorias para as mais diversas coisas: Fantasia, Criação, Infantil, e mesmo aspectos físicos, do tipo "ruiva". Se em vez de "Personagem" tentar "Cenário" vai perceber que acontece a mesma coisa.
Dica: se procurar em inglês, você encontra até bem mais informações, inclusive links para artigos de blogs sobre como descrever personagens, por exemplo.

Uma das coisas que acho bem legais é, por exemplo, voltando para o exemplo de "cenário". Você pode procurar por um lugar específico (sei lá, Budapeste) ou então por uma característica do lugar ("romântico", "rústico") e ao olhar as imagens vem aquele gancho que você estava precisando e não encontrava (é tão mágico quando isso acontece, sério, dá vontade de sair dançando por aí).

Outro site com 1 zilhão de imagens de boa qualidade para você se inspirar é o Flickr, além do Pixabay.

Além disso, a página The Images Shed também tem algumas imagens interessantes (detalhe: o site é em inglês).

Vídeos
Imagens, estáticas ou não, também servem para ajudar a criar aquela cena que talvez você, o escritor, nunca tenha vivido, mas seus personagens vão viver. Não adianta jogar algumas palavras e torcer para parecerem interessantes no texto. Você precisa dar a sensação de verossimilhança (dar a sensação de que aquilo que você escreveu de fato poderia ter acontecido).

Mandy Wallace em seu post The Writer’s #1 Source for Dazzling Story Details (A Fonte Número 1 de Detalhes Deslumbrantes para Histórias – tradução livre) dá o seguinte exemplo: Seus personagens estão em uma perseguição de carro, mas ela, a escritora, nunca esteve em uma. Sua solução: YouTube.


Como Fazer para Transformar Vídeos em Histórias

Inspiração: Usando Imagens para Escrever - lista
Mandy Wallace ainda lista alguns passos para transformar esses vídeos em histórias ricas em detalhes:

1 - Pense em quais palavras vai usar para procurar vídeos relacionados a sua cena. Muitas vezes você vai precisar refinar as palavras para conseguir algo mais útil pra você.

2 - Tome notas
Segundo ela, você vai perceber quando encontrar o vídeo certo pra você quando ao assistir as idéias começarem a fluir. Nessa hora, anote as idéias.

E as organize. Nesse post ela oferece um "formulário" para ajudar nessa hora.
Divida suas anotações em:

- Unidades de ação: não precisa incrementar muito aqui. Apenas faça uma lista: tal coisa aconteceu, tal outra coisa aconteceu.

- Pontos de virada: momentos de maior drama ou suspense, em que a história muda de direção ou sentido.

- Detalhes sensoriais: pelos vídeos, você consegue imagens e sons. Aproveite isso para pensar nos outros sentidos.

- Impressões: basicamente, coisas que chamam a sua atenção. Associações que você faz, símbolos, coisas assim.


Mais informações e exemplos você encontra no post original.

Mas a autora faz um alerta: Nem tudo no YouTube é fofinho. No vídeo que ela deixa de exemplo em seu post, pessoas se machucam de verdade. O que você ver pode perturbar você.

Enfim
Você pode procurar coisas específicas, nomes de lugares, por exemplo, ou coisas inusitadas como uma torneira que em vez de jorrar água, jorra bala de goma. O ponto é: imagens são fontes inesgotáveis de ideias.

Aliás, a maior parte das imagens desse post você encontra no meu Board Ideias do Pinterest. Fique a vontade para dar uma xeretada por lá! =)


E você? Usa imagens estáticas, vídeos? Onde você os procura? Conte para mim! 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...