Diário de Bordo: Minha vida na Terra Média - parte 1

domingo, 8 de julho de 2018



Sendo da geração Harry Potter - aquela geração que ficou esperando os livros serem escritos, que enquanto esperava criava teorias e fanfictions, que participava do fórum do Beco Diagonal... err, deu pra pegar a ideia - é meio estranho eu  ter demorado TANTO tempo para conhecer a Terra Média. Digo, para ler os livros, não estou considerando os filmes aqui.

(Minha vida com as fanfictions é um Diário de Bordo à parte, rsrs.)

Aliás, nostalgias à parte, é interessante que eu nunca tenha esse ouvido falar de Tolkien até a época do lançamento dos filmes - que bate com a época do filmes do Harry e com a época que fiquei sabendo que estavam sendo lançados uns livros de um bruxinho órfão que ia pra Hogwarts e tal. Bom, vamos lembrar que lá pelos idos de 2001 a internet  era discretamente diferente de hoje e a propagação de notícias literárias também. 

Ou eu só era bem mal informada mesmo (sempre um possibilidade, rsrs). De qualquer maneira, demorei bastante para ler alguma coisa que se passasse na Terra Média. Talvez porque não gostei muito dos filmes. 

Tem no máximo uns quatro anos que li O Hobbit. Achei que a linguagem tendendo um pouco mais para o infantil, e isso me desanimou mais um pouco.

Esses dias, quando deveria estar estudando, mas não estava conseguindo me concentrar o suficiente no meio de uma crise de dor muscular, e Perdida em um Livro não estava conseguindo prender a tinha atenção, acabei tirando A Sociedade do Anel da prateleira.

A primeira coisa que pensei foi: como (como??) alguém consegue prender minha atenção em um prefácio se eu estava preparada psicologicamente para um livro de fantasia?
E a forma como Tolkien escreveu diferentes partes sobre a Terra Média para justificar historicamente a língua  que ele tinha criado? *queixo caído*. Essas pessoas criativas incríveis às vezes me irritam. : P

E o cuidado de escrever os livros por tanto tempo?

Veja bem, que sou eu para julgar alguém que escreve um livro rápido? Tirando fanfictions,  eu ainda não consegui terminar nenhuma das minhas histórias. Mas já li alguns livros que parecem ter sido escritos com tanta pressa que chegaram a ficar desleixados com a revisão e mesmo com os fatos do enredo. O que é triste para dizer a verdade. (Atribuí a pressa, porque o mesmo autor publicou mais alguns livros num curto espaço de tempo). Sou tão apaixonada por boas histórias que a acho que todas elas merecem muito carinho e cuidado.

Aí vejo um universo desses, capaz de sobreviver a gerações e que teve sua criação interrompida por uma Guerra Mundial (!!). É muito legal!

Ainda estou bem no começo de A Sociedade do Anel, mas assim que possível venho contar como anda minha viagem pela Terra Média.

E vocês, são apaixonados por Tolkien, ou, assim como eu, leram muito pouco dele?


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...